Kit's para cultivo de flores e plantas estão à venda na Loja do Jardim - Clique aqui!

Degraus: Como integrá-los no projeto de um jardim

O resultado final de um jardim depende principalmente da harmonia com que os seus elementos são integrados. Os degraus de uma escada ou de separação entre diferentes níveis não podem simplesmente compor um conjunto isolado, mas sim fazer parte da "paisagem" do jardim. Eis algumas sugestões que podem ajudar a buscar esta harmonia:

Muitas vezes, os degraus são elementos necessários para fazer a ligação entre dois ou mais níveis no jardim. Porém, em alguns casos, eles podem ser incluídos no projeto com outras finalidades, entre elas, a de funcionar como um foco de atenção, um ponto especial em meio ao conjunto ou até servir como um local de parada em jardins extensos.

Sejam quais forem os motivos da presença dos degraus em um projeto, é preciso atentar para certos detalhes:

  • Considere sempre o tipo de material que está utilizando em todo o jardim e procure construir os degraus no mesmo estilo. Caso contrário, ao invés de integrá-lo ao conjunto, você estará destacando-o como um elemento desarmônico;
  • Os degraus devem ser largos e baixos, para que transmitam suavidade. Lances muito íngremes dão um ar pesado e cansativo ao ambiente;
  • O projeto geral do jardim é que dará a orientação: caso o projeto permita, construa os degraus que unem níveis extensos adicionando curvas - fica bem mais gracioso e escultural;
  • A harmonia e a beleza de um conjunto não são os únicos itens importantes. Segurança também é fundamental. Atenção na hora de escolher o material: degraus muito lisos e escorregadios ou que facilitem a formação de poças de água são bem perigosos;
  • Jardins muito extensos ou onde há necessidade de transportar aparadores de grama, carrinhos de mão, equipamentos, ferramentas, etc., podem precisar do auxílio de rampas de acesso. Neste caso, como há espaço disponível, planeje a construção de pequenas rampas ao lado dos degraus ou trilhas sinuosas em declive.

Várias opções

Degraus em pedra, madeira, dormentes, tijolos ou gramados... são muitas as opções; cada uma delas adequada a um tipo ou estilo de jardim ou área externa. O primeiro passo para a escolha é fazer uma avaliação geral, levando em conta dois fatores:

  • se já existe um estilo definido, por exemplo, o rústico ou mais natural possível, você poderá utilizar dormentes de estrada de ferro, grama e tijolos crus, fatias de troncos de árvores, toras e cascalhos, etc;
  • se o projeto ainda não está definido e, conseqüentemente, nem o estilo, saiba que pedras como ardósia, goiás ou mineira dão um acabamento mais clássico aos degraus.

Plantas & degraus

Degraus gramados ou entremeados com plantas dão um ar muito simpático e elegante ao projeto, apesar da manutenção ser mais trabalhosa. Caso seja esta a opção, é preciso escolher as espécies de plantas com critério, procurando aquelas que sejam mais duráveis e que não cresçam demais.

Os degraus gramados podem ser construídos com a base em tijolos ou madeira. Já para os degraus entremeados com plantas, é preciso prever um espaço para o plantio. Faça cavidades nas laterais ou deixe um espaço livre nas juntas. As espécies mais indicadas são as utilizadas em forração ou que produzam flores pequenas e delicadas como a maria-sem-vergonha (Impatiens). As ervas aromáticas podem dar um toque campestre e perfumado - escolha entre as que não cresçam muito como o poejo (Mentha pulegium) e o tomilho (Thymus vulgaris).

 

Kit's para cultivo de flores e plantas estão à venda na Loja do Jardim - Clique aqui!

 

voltar ao topo